Nosso amigo Harry Potter

Epílogo


Quando eu tinha 15 anos comecei a ler Harry Potter. Cada vez que lançava era uma empolgação danada pra ler rápido, e enquanto minha irmã lia, contra a vontade dela. Foi assim, por sete livros… ao longo de quase 10 anos.

O Livro 7

Então acontece que eu estou nos EUA justamente quando lançam o livro. Sabendo que a mamãe, lá no Brasil, comprou um, e ela estava lá na minha casa, esperando por mim, busco controlar a minha ânsia por ler. Mas não deu. Aonde quer que eu fosse, tinha alguém com o livro nas mãos. E ninguém que eu conhecia terminava. Passando na frente de uma livraria, vi o preço. 20 dólares. Não pensei duas vezes: comprei.

O fato é que, apesar de amar loucamente, não tenho muito tempo pra ler. Oito horas de trabalho por dia, mais internet a noite toda (hohoho, saudades de vocês e vício persistente), não me deixam muitas horas de leitura por dia. Felizmente, ou não tão felizmente assim, o metrô existe e nele eu passo 1 hora e 20 minutos por dia, aproximadamente (40 pra ir, 40 pra voltar).

Foi nesse breve espaço de tempo, mais algumas horas passadas na minha cama, que acabei, depois de duas semanas… o livro. =)

Tá, o epílogo do livro sucks, mas fora disso, tudo excelente.

O que eu quero mesmo contar é que, um dia desses, lendo o livro no metrô… mas exatamente indo pro aniversário da Margot, em um sábado a noite, extremamente arrumada… um ser se senta ao meu lado e começa a me interrogar sobre a série, de forma muito educada, e bastante interessado.

15 minutos passados, e exauridas as perguntas sobre o livro (“você gosta dos livros mesmo?”,”qual o seu favorito?”,”qual personagem vc mais gosta?”,”vc queria que o mundo do harry potter existisse?”,””vc acha que se eu lesse eu iria gostar?”…), ele fala:

– tá, na verdade não ligo a mínima pro livro, queria mesmo falar com vc… blábláblá.

Cantada a parte, fora a parte, saio do metrô.

Ponto de ônibus (chegar em Georgetown não é mole não!), livro na mão, e uma mulher se senta do meu lado e começa: “lí o livro em dois dias. não comenta essa burrice. uma vez acabado, acabado está, aproveite cada página”…

Nô ônibus, livro ainda na mão, senta uma menininha, de uns 8 anos, na minha frente: “nesse verão eu comecei ler o livro 2, porque li o um durante as aulas. mal posso esperar pra chegar até o sete!”

O meu ponto verdadeiro nesse post é dizer que: Harry Potter UNITES people. Ninguém fala na rua, comigo, aqui. Americanos são mais fechados que brasileiros. E eu nem sou simpática com estranhos… mas quando o assunto é Harry Potter.. ah! O papo rende!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s