Mamãe sabe tudo.

Antes eu era a boazinha da brincadeira. Era aquela em que todo mundo passava a perna, que as mães adoravam e que as tias tinham dó. Não respondia, ficava quieta, mal falava mal de ninguém. Pra quem falasse, sempre tinha um contrapeso positivo sobre a pessoa. Minha mãe ficava brava, “minha filha, você é muito boba”, tem que aprender a se impor. Me chamava de ingênua, crédula. E de boa, porque era o que eu era. Sempre esperava o melhor das pessoas, e eventualmente, me decepcionava.

Um dia, tudo mudou. Me tiraram a minha “boazisse”, assim, de coração. Uma tal me disse “não se faça de boazinha, que sei que não é”. Opalalá, não sou? :)

Fala sério, não sou? Yuuuuuuuupi!

Ai pessoas passaram a me odiar. Diariamente. Me citam por ai, de formas agressivas, invejosas ou só denigridoras. Falam mal das minhas amigas, de mim, de tudo. Poxa.

E eu nem sou mais boazinha. :(

Agora, sendo malvada, falo mal demais das pessoas também. Sem culpa, óbvio. Muito melhor.

Eu queria mesmo é que a minha mãe conhecesse quem me odeia. Pra ver que não sou mais ingênua. Mas acho que ela ia ficar brava com a mediocridade dessas pessoas e me criticar. Pior que eu concordo com a mamãe, viu?

Acorda, amor.

Hoje eu acordei com uma sensação ruim.

Mas tudo bem, virei pro lado, dormi mais 3 horas e a sensação ficou de perfeição.

Agora, acordada, perfeitamente estou instalada na minha bagunça que pretendo organizar hoje.

Mas sem tirar da cabeça que, quando fui à cozinha pegar leite pro cereal, de pijama, óculos e descabelada, encontrei com o meu rommate mais bonito. Tudo bem, ele é velho demais pra mim.

*e viciado em pocker pela internet. Esse daí é furada.

Assim

Eu fico assim,

meio imaginando,

como é que vai ser quando eu crescer.

O problema é que eu já cresci,

e dentro dos meus planos

(planos esses inventados aos 8 anos de idade)

aos 22 eu,

mais ou menos,

estaria mais executando do que,

exatamente,

imaginando,

uma vida de faz de contas que me faria

feliz.

Blog

Escrever pra ninguém ler. Escrever pra ninguém saber. Escrever pra sair de mim e eu poder viver mais leve.

Medosonhoficapreguiçavaiódioagedepressão

esperaalegriadesistesaudadetentafracassomanda

sucessotrabalhadramafrustrafelicidadeviveengorda

retratoemagrecompraperdecontaganhamededivertepensachoratempopassasempre.