Rita Apoena

futebol americano

E agora, o que faço com isso? Pensei que fosse só um bocejo, pensei, mas era armadilha do coração besta querendo escapar. Escapou, e veio parar na palma da mão. E agora, o que faço com isso? Ando de um lado ao outro com o coração pulsando entre os dedos, vou morrer, já morri? E, de repente, não sei como, ele voa para as pessoas, cinquenta e dois, setenta e um, noventa e oito, cento e três e aaah, eu corro em disparada nesse jogo de futebol americano. Trombadas e cotoveladas, peguei, consegui, recuperei, é meu, é meu! “Não é assim que se ama”, eu tento lhe explicar, mas ele se joga novamente para os lados. Algumas pessoas, meio sem querer, pisam no ventrículo esquerdo, mas o desventurado continua… Bem, desculpe-me pelo incômodo, mas ele está aí no seu monitor, prestes a explodir, esparramar-se no seu dia. Sim, no seu monitor. Você mesmo aí do outro lado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s