The kind, the kind that babes should never go for

Sou daquelas que guarda mágoa. Não que isso seja algo bom, claramente não é. Carregar sempre algo ruim dentro de você não serve de muito, só incomoda. Mas o que se há de fazer quando sou assim. Posso até perdoar, posso até esquecer. Mas nunca, nunca, certas coisas vão sair de mim. E, às vezes, se elas doem muito, eu vou me afastando, sem nem verem, só pra me proteger. Porque se me machucou, de caso pensando, uma vez, pra repetir não custa nada.

Perdoei as coisas mais insanas, as pisadas na bola mais imbecis, os momentos de maior raiva. Mas me machucar, querendo me machucar, não vou esquecer. E você pode ter se desculpado. Pode ter dito que vai mudar. Pouco me importa. Sou daquelas que guarda mágoa.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s