when i’ve had the greyest day, you add more grey, that’s just your way, it’s true

Porque eu gosto da Ingrid Michaelson. Eu gosto dela porque ela sabe falar justamente o que a minha parte mais lírica gostaria de ouvir, esteja eu triste ou feliz. Eu gosto dela porque ela é trilha sonoroa básica de Grey´s Anatomy e só isso passa a imagem “deprimente, mas feliz” que só ela sabe dar.Porque ela fala coisas fodonas nas músicas como “Just keep breathing” e “I want to change the world, instead I sleep”. Porque seguir ela no twitter é só alegria, já que ela posta sempre e é muito tosquinha (http://twitter.com/ingridmusic). E porque cantaram uma música dela no American Idol e ela ficou ansiosa pra assistir. E o Simon disse que a música dela é desoladora e ela se sentiu feliz por isso.

A minha cantora favorita fica feliz de dizerem que a música dela é desoladora.

I rest my case. Ingrid Michaelson canta pra parte mais dramática da minha alma. :p

Meu primo vai se casar. O que é tudo bem, já que ele tem 26 anos, e vamos combinar, nem é tão fora de contexto. O negócio é que aos 26 anos, meu primo não formou em nenhuma faculdade, mesmo tendo começando 4 delas. Ele também não trabalha, apesar de dirigir um carro zero e ter um iphone. A coisa não é nem meu primo se casar. É quem quer casar com ele? Quem quer casar com alguém cuja perspectiva de futuro beira a nula? Alguém que vai casar e continuar a morar na casa da mãe, mas com um adicional, a esposa? Talvez seja eu, mas falta de ambição na vida é uma coisa muito triste. Por mais que eu ache a minha vida uma meeeerrrrdaaaaa, não me contento com isso.

Mas falar disso meio que me assusta. Porque outro dia me disseram que eu sou muito exigente e não aceito ninguém. E que assim acabo afastando quem gosta de mim. Talvez esperta seja a noiva do meu primo. Ou não.