Trying to make your heart fit like a glove…

Depois de ter terminado a saída do final de semana passado em prantos, ela se prometeu que não ia fazer mais isso por causa dele. E embora ele estivesse lá nesse sábado, ela agiu como se não estivesse, foi a mais bonita da festa e ficou com um seu lindo escolhido a dedo entre tantos os que a queriam. Quando eu perguntei onde ele estava, ela respondeu “tá por ai, entre tantos que me querem”. Mas ai hoje ela estava muito triste, porque ontem significou o fim de verdade. E fins doem quando a pessoa terminada é alguém que você gostou tanto.

Todo domingo ela fica triste com o celular avisando de um evento que ela, espertamente e sabendo que não quer fazer, nunca lembra de apagar, dando o endereço de um certo apartamento que ela nem sabe se jamais vai voltar. Ele tá viajando, mas mesmo se estivesse aqui, ele está cada vez mais longe. E ela gosta tanto dele, tão mais do que gosta dos outros que mandam mensagens e ligam e querem vê-la. Isso é tão injusto.

E depois ela liga e repete e fala fala fala tentando entender o que é muito claro, que os homens fazem nenhum sentido, assim como as mulheres e ninguém vai entender nada, muito menos eu por meio do telefone. Ela quer uma resposta, porque ele estava apaixonado por ela quando ela não estava e agora que ela o quer tanto, ele deixa tão claro que não, que é só casual. Como acabar com isso?

E o telefone toca mais uma vez pra dizer que estava triste porque almoçou com o ex e ele sempre diz umas coisas tão frias sobre ela. Todos os exes dela sempre dizem coisas tão feias. Eu nem sei bem o que ele disse mas nessa altura do campeonato, porque  eu já estava tão cansada da vida amorosa trágica dessas pessoas todas e que eu já estava questionando se eu queria realmente jogar esse jogo.

E ai eu ficava lembrando das pessoas me dizendo pra eu gostar de quem gosta de mim, mas aquele que me procura não me interessa e os que se aproximam de mim também não me interessam. Além do mais, todo mundo apaixonado sofre tanto e eu agora nem sei mais. Tô pensando demais, não estou? É falta de emoção na vida.

trilha: ingrid, pra variar. é que o mundo fica um pouco melhor com a música certa. e essa fecha com o post. (vou tentar tirar os títulos das músicas que pôr aqui. ai quem cair no blog procurando exatamente o trecho do título, ao menos tem o link com a música).

Anúncios

One thought on “Trying to make your heart fit like a glove…

  1. eu poderia escrever um outro post sobre esse post só pra fazer mais sentido pra mim, ou pra você, essa coisa toda que é o fim, o relacionamento, a falta dele, o meio ou o início. mas o mal de quem tá apaixonada é a falta de tempo de pensar com razoabilidade. sei lá. as coisas não andam fazendo sentido, mas eu não reclamo. como disse o poeta: “Meu caminho nesse mundo, eu sei vai ter um brilho incerto e louco. Dos que nunca perdem pouco, nunca levam pouco, mas se um dia eu me der bem, vai ser sem jogo. Amor, amor”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s