All the things that come to you and I wanna feel it too

acho que eu voltei a ser eu mesma. não foi fácil, mas acho que voltei. ou tô quase. o caminho é longo.

há tempos a minha atividade principal é catar caquinhos dos últimos 5 anos. e ai de quem dizer que eu não melhorei.

meu pai sair de casa, a separação deles, o ser sozinha na argentina, o ser sozinha nos estados unidos, a chefe que me destruiu, a perda da confiança, o coração quebrado, a mágoa da amizade perdida, as brigas infidáveis, o não gostar de mim mesma.

catei caquinhos e me refiz.

agora eu me dou conta que sou eu de novo. que nem com tudo isso eu perdi a minha “essência”. bobeando voltei mais forte. é estranho tudo isso.

outro dia discuti com uma amiga e ela disse que eu tenho complexo de “mocinha de malhação”, que sou viciada em um bom-mocismo descarado.  não é que sou?

essa sou eu.

e é essa mesmo que quero ser.

só que sabendo lidar com meu pai, me envolvendo menos nos problemas entre meus pais, aprendendo, e querendo, ficar sozinha nos lugares, viajar, ser forte e ter uma chefe que me admire, não me destrua. confiar mais em mim mesma, ser mais bonita, me apaixonar de novo, confiar de novo, ser mais amiga de quem é meu amigo, cuidar de quem cuida de mim. brigar menos, escolher melhor minhas batalhas, essas coisas todas.

tim-tim por tim-tim.

olha, não é fácil não.

mas 2011 é o ano. e os primeiros 10 são pro galo.

ps: só preciso parar de procrastinar naquilo que mais me incomoda.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s