We need to talk

Sabe o que eu odeio mais sobre homens? É que eles podem te fazer o centro do mundo deles sem que de fato você o seja. Suponhamos que ele more longe e você vá para a cidade dele. Ele vai te buscar no aeroporto, vai passar todos os dias do seu lado, vai fazer tudo que você quiser, vai fazer você se sentir incrível. E nem por isso você vai ser o centro do mundo dele. Nem por isso é recíproco. Porque homens dão toda a atenção do mundo sem que realmente estejam dando.

Ok, talvez seja injusto isso que eu estou dizendo. Provavelmente existem mulheres que o fazem também. Que te iludem. Que te usam. Que te respondam as sms, que te vejam quando você querem vê-las e na verdade, elas nunca foram suas. Nunca quiseram ser. Era um passatempo, era divertido. Mas não era DE VERDADE.

Aconteceu comigo. Mais de uma vez. Eu nunca fui a que iludiu, não só porque iludir, quem? (risos, auto-estima, kd)  mas porque eu paro antes de pensar em brincar com os sentimentos alheios. Curto muito gente que não brinca com os sentimentos alheios. NÃO BRINQUEM COM OS SENTIMENTOS ALHEIOS!

E essa sou eu surtando e nem é por causa de mim. Tô tão sem vida que hoje tirei um post pra tomar dores alheias e implorar: SEJAM VERDADEIROS, SEUS FILHOS DA PUTA.

De qualquer maneira, mesmo que não, sempre nos sobra a vodka. E ai, tá tudo bem.
Ou quase sempre.

Pelo menos a vodka tem a decência de te fazer esquecer todo comportamento ridículo que você teve devido a ela. Homens não.

Vodka >>>>>>>> Homens.

OK. Ela também não é perfeita!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s