I’m getting to like my surrounding

Toda vez que eu vou nas estatísticas desse blog, foco meio irritada com tanta busca sobre tatuagem. Mas acho que o problema não é as pessoas terem acesso às minhas possíveis tatuagens, mas o fato de eu não tê-las feito ainda. Fora minhas três borboletas (soy clichê), tenho costas e panturrilha vazias. Isso que as tatuagens iam ser marcos de eu ter alcançado objetivos que até pouco tempo atrás eram so far away e agora são realidade (ai, me sinto um case de sucesso de auto-ajuda). 

Mas olha só, emagreci os x quilos lá, tô empregada no que eu queria e nada de mais tatuagens que voam (o céu o limite). Eu até cheguei a ir em um tatuado tentar fazer os passarinhos lá, mas ele mandou eu aumentar o desenho e quando eu aumentei eu simplesmente parei de gostar dele. Então passarinhos out, corujas still in.

Só que agora o problema é la plata. No hay diñero. Esse mês eu NÃO tenho salário, mermão. Emprego novo é essa beleza. Mas fica ai, como objetivo ainda nesse 2011, fazer uma linda coruja nas minhas costas. 

queria ser moderna, mas sou clichê.

 Mas Maglore já cantou pra mim: ‎”não quero que você carregue nenhum peso pelo medo de gostar às vezes de um clichê”. Então tudo bem.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s