You are the one I’m talking to

Em um determinando momento, eu deixei de ser aquela que surta e passei a ser aquela que recebe o surto. É uma mudança de paradigma muito grande, ainda mais quando se tem nas costas uma vida inteira de surtos psicóticos –  Meu Deus, como eu era insuportável!

Mas daí, ultimamente, eu tenho tentado ser a bigger person, bancando a adulta, que… er, sabemos via experiência que no lo soy, e cara, isso tudo cansa.

Mais fácil é a vida dos surtinhos que depois você volta e finge que nunca aconteceu. Mais do que ser aquela que tenta apagar o fogo. Ainda mais que eu não sei, não consigo, não sou e não vou ficar calada. Sou insuportavelmente crítica e honesta.

É o preço a se pagar.  Por tudo. Pra mim e pra você.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s