Then sing it on the long walk home

Acho que o melhor show que eu já fui foi o primeiro do Coldplay, em 2007. Isso porque foi importante, porque foi inesquecível. Foi presente de aniversário, minha mãe comprou o ingresso enquanto eu morava fora e arrumou a viagem pra São Paulo. O segundo melhor show que eu fui foi o do Belle e Sebastian, ano passado. Foi foda porque eu tava absurdamente apaixonada por eles naquele momento e simplesmente foi um encontro de almas. Provavelmente o terceiro melhor show que eu fui foi o do Drexler, no Rock in Rio. Opa.

Porque ninguém ama tanto o Drexler assim, né. E mais, foi no dia do Coldplay. E teve o show fodástico do Skank. E teve Erasmo e o Thiago Lacerda dançando Jovem Guarda ali do meu lado (tá bom, ele e a mulher dele). Mas cara, eu tenho esse amor por coisas únicas, amores únicos, coisas minhas. E o Drexler é meu, cê tá me entendendo? Meu. Eu e o uruguaio gatinho do meu lado sabíamos as letras, e mais ninguém. E a Tiê, cara. Tiê que tem nome de passarinho e nome de um amigo querido, ela chorou enquanto cantava com o Drexler. C-H-O-R-O-U.

Então está ranqueado meu top 3 de shows preferidos. Não que vos importe. Não que me importe. Eu só passei tempo pensando nisso porque eu não queria pensar em nada mais.

(e aqui a Tiê deixa claro porque me identifico tanto com ela “Já que eu não te tenho por perto, eu vou tomar um sorvete pra alegrar o meu dia. Já que você não veio na mala, eu vou dormir na sala, para mudar a rotina”.)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s