Sim, se pode!

Socorro, manhê, virei daquelas pessoas chatas que tem blog sobre como salvar o mundo: http://simsepode.blogspot.com/

De quebra ainda mostrei pra minha mãe, que pegou a gramática para ver se o verbo poder aceita indeterminação do sujeito. A boa notícia é que, sim, se pode. A má é que chatice é de família e geral e nego nem se dá conta.

(26 anos com mente de 6, que mostra o para casa bem feito pra manhê)

Agora, num momento de auto-análise, não sei se fico com medo dos de lá chegarem aqui e assistirem meu retardo emocional e se decepcionarem com a minha imaturidade, ou se eu fico com medo de os de cá irem lá e constatarem que, fora da minha cabeça e diante do mundo, eu me tornei eco-chata e metida a mobilizadora social de grife, dessas que frequentam a favela de dia e a pós-graduação cara à noite.

Ai, como é difícil ser muitas em uma só e uma ainda julgar as outras.

One thought on “Sim, se pode!

  1. Você, como qualquer pessoa tem seus dramas, e dúvidas, mimimi’s, é natural, creio que pessoas normais que lerem seus blogs, gostarão de ver que aqui você expepressa sua sensibilidade tbm, assim como no outro blog, sensibilidade por assuntos diferentes ;-)
    Vou ver seu outro blog com calma.
    Ah, e pessoas que querem fazer a diferença geralmente tem esse aspecto de chato, porque traz á mente das pessoas a necessidade de haver mudanças no nosso modo de agir, e pensar. E é desconfortável pra gente mudar nosso modo de agir, porém é necessário né?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s