Preciso acreditar no que flui

Não estou feliz. E já pensei em escrever (e de fato comecei) diversos posts semi-depressivos nesse blog tão dramático (refletindo bem a dona dele). Mas sempre freio e nunca escrevo, porque hoje em dia sou dona da tal perspectiva e sei, que na verdade, em um universo de tempo muito pequeno, tudo vai se encaixar. Eu vou encaixar.

Eu já sabia que a gente se entende melhor fora de conversas internas. Por mais que a gente queira acreditar que nossas conversas internas e promessas próprias são cheias de utilidade e profundidade, é no outro que colocamos o peso real das coisas. Nada ecoam tanto quanto o dito em alto e bom som, e ainda mais, com receptor.

Mas é muito diferente saber e aplicar. E a gente vai fugindo também, né. Enfrentar o problema faz ele doer mais. Mas então, fui lá, sem intenção de atingir onde dói e cheguei, sem querer.

Coisas que estavam me incomodando e que eu ficava auto-ecoando, meio que escondida de mim mesma, sem razão de ser e sem ação, ficaram imediatamente mais claras ao falar com duas pessoas de longe. E o longe sempre parece mais seguro, porque não tem julgamento.

E nossa. Fez sentido.

Agora é só achar aquela motivação para agir e parar de fugir.

Porque vou te contar viu, melhor que realizadora, sou boa de fuga.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s