But because it’s real doesn’t mean it’s gonna work

estudos psicológicos das pessoas que acreditam que mais têm certeza em todo mundo indicam que as pessoas formam suas personalidades aos 7 anos de idade e depois tem uma ~reavaliação~ dessa personalidade aos 14 anos. tudo depois disso são meros ~ajustes~ à experiências fortes, mas que em tese não alteram, fundamentalmente, quem você é.

e foi com essa afirmação que fui, gradualmente entrando em pânico na noite de ontem ao constar que iria receber um teste de personalidade que se leva muito á sério e que iria comparar a minha eu de hoje com a minha eu de um ano atrás. pessoas normais diriam “um ano atrás, pf, mole para nós”. só que não. um ano atrás eu era FUNDAMENTALMENTE diferente do que sou hoje. eu estava em período de mudança, de formação de personalidade. meus 14 anos aparentemente ocorreram aos 26.

e daí era a certeza absoluta que a merda do facet ia vir com outra descrição, outros resultados… mas que segundo os altos estudos das pessoas que se levam muito a sério, isso não poderia ser. E AI, BIAL?! ME CONTA COMO EU LIDO?!

sim, eu estava certa. de “Alice é uma pessoa divertida e extrovertida com pontos de vista fortes, ainda que flexíveis e uma consideração genuína com outras pessoas. Perspicaz para atingir resultados, com senso de propósito e visão” para “Alice é uma pessoa (saca só a palavra usada) exuberante e extrovertida que aprecia fazer amizades e possui um interesse genuíno nas pessoas aliado a uma orientação focada, portem flexível, nos objetivos”.

fora minha perda de propósito e visão, e minha crescente, glup, exuberância, sérião… NÃO TE PARECE TUDO A MESMA PORRA?! só que eu tive números diferentes em todos os itens, tipo, minha determinação aumentou, minha energia diminuiu, minha afetividade idem e meu controle teve uma queda de 0.7 pontos. APLUSK, HELP. SOU UMA ABERRAÇÃO.

a professora lá, confiando grandemente nos resultados científicos de um teste no melhor “estilo capricho” no qual você marca a reação que você estava mais “propenso à”, disse que se tá diferente, só pode significar que num dos testes eu não fui eu mesma. E AGORA, MÃE?! EU MENTI? OS TESTES E AS PESSOAS CERTAS ESTÃO ERRADAS? EU EVOLUÍ? EU RETROCEDI? SERÁ MINHA EXUBERÂNCIA UMA FRAUDE?!

aguardem as cenas do próximo capítulo enquanto eu decido que raios eu sou. só tenho uma certeza: AS ESTATÍSTICAS NÃO CONTAVAM COM EU REFAZER ESSE MALDITO CARO TESTE EM UM PERÍODO TÃO CURTO DE TEMPO!

ps: professora refez o teste em um período de 3 anos e seus resultados foram idênticos um ou outro. sei lá. vai que tem gente mais constante.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s