Problema com amor

Sou solteira porque sou chata, óbvio ululante. Sem nenhuma dificuldade, qualquer pessoa com mínima vontade de apontar meus defeitos encontrará uma dezena de coisas que apontam para a minha vocação para ser a tia solteirona da família, mas devo dizer que não é só isso. É endêmico. É uma coisa de personalidade.

Uma vez, e isso tem uns 2 anos, me disseram que o dia que eu namorasse, soltariam fogos de artifício. E outro dia, tipo, mês passado, quando eu fui exercer a arte de ser babaca com um “já voltou com a ex?”, a pessoa me respondeu algo do mesmo estilo do caso acima. Acrescido ao fato de mamãe e amigas frequentemente me criticarem por eu ser assim como sou, “difícil”. E mandam eu dar chance pros moços.

Aí eu, ingrata feito sou, e chorosa como só eu sei ser, mando um “mas que moooooços?”, com uma cara de “mas não tem moço nenhum, gente”.

Mas tem. Não muitos. Mas tem. E eu, com meu jeito AGRADABILÍSSIMO, afasto um a um. Acho defeitos antes, durante e depois. Isso quando eu não abro possibilidades. Porque né, sou chata. Normalmente tem uns que ficam mais tempo. Esses ai tem fraco pela chatice. Gosto é um trem loco. Mas não tô nem em condições de critica-los. Obrigada por tentar e desculpa eu ser eu.

Um semi-crush (do estilo “achei bonitinho, flertei e acabou em meio suspiro antes de virar um suspiro inteiro”) me fez um convite, outro dia, e o desfez em 30 segundos. Disse que era melhor não, que a gente brigaria o tempo todo. O que me remeteu a um passado que uma vez me disse “não namoro você porque eu já imaginei como seria e a gente ia brigar todo dia”. Gente. Eu brigo. Eu sei disso. Adoro brigar. Amo ter razão e exercê-la. Mas até outro dia não tinha me dado conta que meu estilo ~SOU CHEIA DAS RAZÕES~ afastava TANTO quem eu queria. Isso porque antes do semi-crush me dizer isso, me achava muito sexy quando ele me descrevia como “independente e revoltada com tudo”. TENHO PROBLEMA, BRASIL.
Reforçando a chatice, uma amiga foi me mostrar, via no facebook, “opções” em uma festa, e de 5 perfis apresentadas, arranjei 5 nãos. Porque não tem opção pro sim, sou cheia dos nãos. O que, via sugestão da amiga, me fez criar um tumblr retardado (outro?!). E o lance é o seguinte: soy chata.

Só que não dá, né. Saber que sou assim e sê-lo. Tentarei fazer um esforço supernatural, a partir de agora, para ser menos eu. Porque né, esse panorama do post abaixo sobre criar gatos e viver sozinha é muy triste. Vai me doer a alma. Pero ló intentare.

(vibe muito de meter uns espanhol no meio das frases – é saudades de uma vida que já tive)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s