If you gotta grow up sometime, you’ve to do it on your own

Semana que vem eu vou apresentar um trabalho em um congresso. Parece sem graça e normal, mas é kind of big deal, se você pensar bem.

Isso porque em janeiro, naquele programa que eu já me referi um quadrizilhão de vezes, a gente fez um plano de ação para alguma área da nossa vida e eu, lá, foquei nesse assunto específico sobre o qual vou apresentar o trabalho.

Em janeiro eu disse que iria formar grupos de estudos e escrever artigos e inscrevê-los em congressos e a partir daí, me aprofundar até um dia, lindamente, me tornar uma especialista. A parte longa é só a que não tá planejada, porque escrevi o artigo, sem nem tanto sofrimento e ele foi aceito em dois congressos –  exatamente os dois no quais o inscrevi. E só vou apresentar em um porquê o trabalho não me permitiu ir para POA mostrar pros gauchos que sabidona eu sou.

São essas coisas assim, práticas, que me dão uma sensação boa do tanto que eu consigo concretizar planos. De plano pra sonho, vai num pulo. E eu convido ao querido leitor ~meaning, eu mesma no fututo~ a comparar isso com coisa do início do ano passado, ai, no arquivo desse blog ~oversharing~, pra dizer junto comigo: TÁ + Q D+.

Na minha agenda tem na capa (véi, sou muito baranga, fico fazendo capa até hoje pra agenda) a frasezinha bonitinha e chichêzinha (que sejamos sinceros, já aceitei pra vida o clichê) “she turned her can’ts into cans and her dreams into plans”.

E tanta positividade vem só de VEM N´MIM AMANHÃ!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s