No breakfast, no kindness, no game.

Uma vez, ainda esse ano, um cara me disse que “não tento algo mais porque a gente brigaria o tempo todo”.  Era meu jeito “independente” e “rebelde” que estavam afastando qualquer possibilidade de futuro entre nós. Primeiro fiquei um pouco triste, e depois, assustada, porque eu, aparentemente, assusto as pessoas com meu jeito “brigão” de ser. Pensei e repensei aquilo e até considerei um amansamento. Mas aquilo eventualmente saiu da minha cabeça.

Ai passaram meses. E eis que estava o rapaz ali, na minha frente, de novo. Claramente esperando toda animosidade que existia antes entre nós. Aquela tensão toda. Esperava meu jeito espevitado e as respostas rápidas, os mesmos quem tinham o afastado. Mas não estavam lá. Não é que nesses três meses eu tenha tido uma mudança súbita de personalidade. Mas é que não valia mais a pena o esforço. A tensão na verdade significava que os dois importavam, e o grande detalhe é que ele sentiu falta. E não uma falta positiva, do estilo “ai que alívio, você é tão doce”. Mas viu naquilo todo meu desinteresse. Desinteresse novo. E quando me perguntou o que era, e eu disse que passou.

Numa DR maluca, que durou pouquíssimos minutos, entre pessoas que nem sequer relacionamento tem, ele me disse que eu desisti muito rápido. E eu respondi que talvez tenha sido, mas que ele nem tinha tentado.

E ai fica mais um ponto final de algo que jamais nem foi.

As pessoas que viam a gente antes acreditavam em um futuro. As pessoas que viram a gente agora, não viram coisa nenhuma. É mesmo o presente que contém as respostas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s