Que é pra todo mundo reparar

Sou estou absolutamente desconexa.

Sou um pouco desastrada, e quando trago café pra mesa, sempre deixo cair um pouquinho e a xícara quente vem queimando minha mão. Isso que antes de começar a trabalhar aqui, eu nem sequer tomava café.

Mas eu não tomo muito, no máximo duas xícaras por dia, o que, mesmo não sendo tanto, se reflete na minha mesa, toda cheia de manchinhas de café (e também indica que a copeira daqui não passa um pano na minha mesa faz uns dias).

Agora estou tentando manter meu quarto arrumado, porque o apartamento está a venda e sempre vai gente ver. Ai fico arrumando  – embora seja naturalmente desorganizada – para as pessoas terem uma impressão melhor do apartamento. Em tese, me arrumo para as pessoas terem uma impressão melhor de mim. Ai no ônibus hoje tinha uma menina que tava muito bonita, muito arrumada, e eu pensei que eu não. Tem vários dias que eu até me dou ao trabalho, mas hoje não, por exemplo. Lembro que no dia que eu fui assaltada – e meu pai internado na UTI – eu tava me sentindo bem bonita mesmo e toda maquiada e fiquei muito puta com o pivete de me arranhar toda e de me fazer chorar – além do meu pai, né – porque de repente era só uma moça assustada, chorosa e até mesmo descabelada. As pessoas depois ficaram me dizendo que eu não devia ter enfrentado o bandido, e foi quando eu descobri que eu sou do tipo que enfrenta. O problema é que eles sempre me batem, o que deixa a nota mental de parar de ser assim, porque prefiro ser roubada do que apanhar e ficar chorando descabelada e toda arranhada.

Eu vinha pro trabalho a pé até o dia que perdi a hora – que raramente acontece, serei justa comigo – e saí de casa atrasada. Peguei o ônibus por pressa e fiquei absolutamente maravilhada com os 10 minutos gastos. Imediatamente mudei meu despertador para 20 minutos mais tarde e desde então não deixei de vir de ônibus. Desconexa, desastrada, desorganizada, desarrumada que reage a assaltos, pontual e preguiçosa. Impressão divina estou criando, só que ao contrário.

Mas outro dia li qualquer coisa que dizia que “casas muito arrumadas refletem vidas muito chatas”. Vou transferir pro resto e constatar que sou interessantíssima.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s