sempre pedem um tipo de recomeço (3)

A primeira vez que eu vi o Brian, me faltou ar. Bastaram 15 minutos e pronto, já tava apaixonada. A primeira vista assim mesmo. O gringo lindinho, altão, engraçado, inteligente, de olhos verdes e sorridente falava todas as línguas que eu falava e já tinha morado nos mesmos países que eu. Não sei vocês, mas isso para mim foi sinal de alma gêmea.

Tive com eles momentos de filme, talvez porque foram vividos onde os filmes passam, ou porque tinha momentos clímax, sempre. Era tudo muito emocionante, quase sempre com desfechos frustrantes.  Mas o final de tudo compensou tudo. O melhor cara da minha vida.

Com ele tive que lidar com um preconceito trabalhado e construído por anos, que era o fato dele ser crente. Aprendi a apreciar toda a força e bondade que a fé trazia ao Brian, e, no final, o amor era tanto que até o papo de só depois do casamento dele eu achava bonito, por mais que vira e volta eu ficasse louca de frustração. Mas até a ausência do sexo tinha um lado bom: ele decididamente não queria somente me comer.

O Brian foi se tornando, assim, o melhor cara que eu já conheci na minha vida. Nenhum outro jamais foi páreo, as intenções dele sempre foram boas, os comportamentos sempre incríveis e ele sempre sincero. O MELHOR CARA. Ele se atrasou para minha despedida, mas foi porque estava construindo casa para os desabrigados depois de um desses ventos loucos que sopram pelos Estados Unidos.  Sim, ele era BOM assim.

O Brian, depois que eu voltei pro Brasil, nunca foi uma possibilidade, porque ele não acreditava em distância e nunca fez nada para manter qualquer amor meu de longe. E isso, na realidade,  é a coisa mais honesta que fez por mim – não ficou alimentando meu amor porque o ego dele precisava. O MELHOR CARA.

Quando eu olhava para trás, eu só queria, daquela realidade, o Brian. Eu imaginava essa vida alternativa na qual, caso eu tivesse ficado, teríamos ficado juntos para sempre. Depois eu fui me convencendo que nem duraria, o Brian se amarrava em fazer umas trilhas bizarras e passar uma semana acampando, coisa que eu jamais faria. E cheguei a conclusão que a ausência de sexo por alguns meses é aceitável, mas por meses demais não seria não. Mas ainda assim, o melhor cara da minha vida.

Depois o Brian mudou pra Bolívia, e o plano era ele ficar um ano lá, cuidando de órfãos e sendo o bom cristão que ele é. A MELHOR PESSOA. De tempos em tempos me mandava mensagens pedindo pra eu visitar, e no mesmo de tempos em tempos, com vontade desse amor todo que eu sentia por ele – tão puro e intenso – inventava que ia. Mas ai ele nunca fazia esforço para manter a chama acessa e passava uma semana e minha ida a Bolívia nunca aconteceu.

Ontem, tipo um presente de aniversário quando faltavam uns 30 minutos pra meia noite, o Brian veio falar comigo. Aparentemente no meio do caminho, enquanto ele estava na Bolívia, ele teve um “God´s call” e resolveu ficar lá para sempre. Pra sempre cuidando de órfãos.  Na Bolívia. Desistiu da carreira, dos sonhos, de construir uma família gringuinha, de  viver perto dos amigos e da família. E ele ali, me contando aquilo tudo e me perguntando “mas você nunca vai vir?”.

Acho até que um dia que eu tiver tempo e dinheiro, ao mesmo tempo, eu vá. Tanto pela Bolívia, que me intriga, quanto para o Brian, que é um querido. Mas pela primeira vez em muito tempo, esse papo de “God´s call”, uma espécie de chamado divino que aponta a verdadeira vocação, me faz não querer imaginar vida alternativa nenhuma junto ao Brian.

O melhor presente: o melhor cara que eu já conheci não existe. De repente todos os caras do mundo se tornaram imediatamente mais possíveis,  todos estão no páreo. Só porque o melhor cara do mundo não não existe.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s