For all the ones who hurt the most

É imperativo parar de levar as coisas para o lado pessoal. E o motivo é muito simples: nada que eu faço, por mais irritante que seja, é direcionado a irritar ninguém. Então porque a ação alheia seria apenas para me fazer ESPUMAR DE RAIVA? Não é. A coisa, aparentemente, é entender que o problema é do outro, por mais passivo que isso seja. Para uns pode ser difícil. Eu diria que  para mim, quase sempre, é impossível, já que no presente momento sigo ESPUMANDO DE RAIVA de um indivíduo. Não leva para o pessoal. Não leva para o pessoal. Não leva para o pessoal. Não leva para o pessoal. Não leva para o pessoal. Não leva para o pessoal. Não leva para o pessoal. Não leva para o pessoal. Feito um mantra.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s