É só você querer ou desprezar

A senhora que se senta do meu lado no trabalho, assustadíssima com o preço dos ingressos dos jogos de futebol, quer porque quer que eu pare de gastar esses reais com a paixão nacional e invista tal quantia em sapatos.

Problema é que sapatos não trazem a mesma satisfação a quem vos fala do que os gols do Ronaldinho. E ela me diz, com cara dessas mães que querem que a filha case logo “mas você é uma mocinha, Alice”.

(Fica a dúvida se os problemas da minha vida passam muito por ai. Minha psicóloga me acusa de pouco vaidosa e manda passar batom e fazer as unhas. Será possível ser mulher e gostar de si mesma sem que a vaidade dentro da caixinha seja seu modo de se gostar? Ou o problema tá  em mim que me dedico menos esforço do que o necessário? TANTAS PERGUNTAS).

PS: procura-se quem me diga que eu sou linda do jeitinho que sou e me faça acreditar nisso também. (ah, e que aceite, de uma vez por todas, que eu gosto mais de ir no estádio do que no shopping)

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s