Onde vai se esconder da enorme euforia?

Quando eu tinha 7 anos de idade, eu fui ao Mineirão pela primeira vez. Na época, meu principal interesse era chupar picolé e passar um tempo com meu pai, mas logo já me apaixonei. E daí em diante passei a ser uma menina que ia a campo de futebol.

Meus tios e meu avô me levaram outras muitas vezes, sempre para torcer pro Cruzeiro, mas tal iniciativa jamais surtiu efeito. Nunca, nunquinha, duvidei do que eu era. Lembro de preparar cartazes e espalhar pela casa celebrando o título da Conmebol em 92. Me achava genial de achar em campeão o CAM. Sempre fui dessas.

De lá pra cá foram inúmeras visitas a estádios, quase sempre alentando meu time. O futebol me acompanha por onde eu passei, freqüentei campos na Argentina e nos EUA, mas meu amor mesmo sempre foi o Atlético, seja no Mineirão, no Independência ou na Arena do Jacaré. Gosto de futebol, mas amo o Atlético.

Gosto de brincar que o Galo molda o caráter, ensina duras lições de humildade, traz provações para esse amor, dá um senso de coletivo tremendo. O Atlético se mistura com a minha personalidade, e devo dizer que é impossível eu existir sem exercer esse eu-atleticano.

Quando vencemos a Libertadores, nosso mais importante título, já na quinta de madrugada, meu telefone não parou de tocar. Chegaram sms de amigos distantes, que moram em outros estados e notificações múltiplas no facebook. Recebi mais carinho do que recebo no meu aniversário. Várias pessoas me dizendo que se torceram pelo Galo, ou se não torceram, mas ficaram felizes pelo título, foi um pouco por causa de mim. O Atlético se confunde assim, com um pouco de todos nós torcedores.

Meu amor não está maior hoje do que estava há uma semana. Não está nem renovado. Não precisava disso, já é grande o bastante o tempo todo. Não vou negar que em 2005 eu me prometi não derrubar uma lágrima por esse time (que naquele ano era rebaixado).

Mas só sei que descumpri essa solene promessa na madrugada de quinta, quando vendo meu time ali campeão, chorei… de alegria.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s