Tinderetando

Baixei o Tinder no celular vários meses depois que minhas amigas já o haviam feito. Inclusive elas já pararam de usar, tão atrasada estou. Serei sincera que, como qualquer ser humano minimamente racional, acho uma babaquice essa objetificação da imagem própria que andamos fazendo por ai (afinal de contas, descartar ou aprovar uma pessoa com base em 3 ou 4 fotos e uns amigos em comum passa por aí). Mas serei ainda mais sincera ainda que não havia baixado o Tinder na época de coqueluche (gíria idosa) das minhas amigas por medo de  conhecer um cara pelo ~app~ e ele não gostar de mim. Insegura, yooooo???

Mas daí, provando o ser humano baixo que sou, baixei o app depois que uma coleguinha do trabalho, menos bonita do que eu, conheceu um cara legal por lá. Eu sei. RIDÍCULAM, como sempre. Daí ando me divertindo mais em dar xizinhos nos caras do que em ter flertes descontraídos (o que reflete bastante o jeito RIDÍCULOM que sou).

Enfim, uma das metas para 2014 é sair mais de casa (e dar menos xizinhos e distribuir mais coraçõezinhos – metaforicamente falando, provavelmente o Tinder no meu celular não chega nem em 2014).

 

Tamos na pixxxxta (ou intencionamos estar).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s