I’m dancing on my own

Não sei se vocês sabem (ou se parece, já que aqui me exponho como LOCA), mas eu mexo com coaching. É uma atividade paralela e altamente gratificante que exerço depois do expediente.

Há mais ou menos um ano e meio eu tava num bar com uma colega de trabalho e conversamos que tínhamos feito formações na área (separadamente) e que tínhamos muita vontade de meter as caras e tentar. Juntas tudo parece mais fácil e empolgadas contratamos uma designer para fazer uma marca e cartão. Criamos um facebook e bom, esperamos ansiosamente pela chegada de clientes (que nunca vieram).

Acontece que o universo não traz clientes para você só porque sua logo é bonitinha e você existe na internet. Aposto que todo mundo lendo isso daí pensa “duh, óbvio”, mas eu juro que eu pensei que ia ser mais fácil e  ~orgânico~. Daí por meio de amigos e conhecidos e grupos e essas coisas de networking foram aparecendo uns clientes aqui e outros ali, e de repente até a internet começou a trazer gente (o rio corre pro mar).

A Nina avisou que não ia rolar seguir no coaching, tava trabalhando muito longe (tinha mudado de emprego), morando muito longe (tinha casado) e profissionalmente não se sentia confiante o suficiente para atuar como coach.

Eu resolvi que ia seguir sozinha mesmo, apesar do nome da Nina seguir nas coisas (vai que ela volta?). Já tive um punhado de clientes nessa vida, todos processos lindos ~oun~ e que também me ajudaram bem a pagar as contas. Hoje tenho 3 processos abertos e tá tudo bem. Eu tô feliz e eles tão crescendo nas escolhas. É assim que tem que ser.

Tem vez que eu olho para a internet e até penso em pagar o google e o facebook para eu aparecer mais nas buscas, mas daí fico com medo de não conseguir atender a demanda. Só que eis que em 3 dias recebi 15 curtidas na página. Aleatórias, sem origem específica, do nada. 15 parece pouco para esse povo da internê, mas pensa, os prévios 160 eram quase todos família, amigo, colega… :p

E agora eu me pergunto? De onde vieram? O que querem? Onde vivem? O que comem? Nessa sexta, no Globo Repórter. Tô quase mandando mensagem e perguntando qualéqueé.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s