Mais il nous reste à rêver

Eu e o meu amorcito.

Isso quando ele tem paciência de me escutar, e daí tem que ouvir também meus resmungos e minha voz de patinha cantarolar. Tem as vezes que ele me pergunta se eu tenho vontade de chorar e só fica ali me esperando enquanto eu sinto minhas dorzinhas. Tem vez que eu vou lá longe nos sonhos e ele me pergunta se a gente não tá indo muito rápido. Mas normalmente a gente vai junto. Quase sempre.

Muitas vezes eu tenho que esperar pacientemente ele acordar, porque ele dorme muito. Demais mesmo. E muitas vezes eu tenho que tentar adivinhar o que ele pensa, porque ele não diz nada (e depois fica bravo porque eu invento pensamentos pra ele).

Ontem meu coração doeu um pouquinho porque eu pensei que a gente ia ter que terminar, meu amorcito acha que eu sou sempre insegura, sendo que ele é quem planta a insegurança.

tumblr_ln6dd7ltfe1qz8toyo1_500

Eu já disse pra ele que vivo sem ele. Não me tenta, não inventa. Eu sou uma llama orgulhosa.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s