‘bout the future and how we’re getting older

Em 1994 foi a primeira Copa do Mundo que eu lembro. Foi nessa época também que a minha mãe foi para os Estados Unidos visitar minha prima bebê que havia nascido enquanto o meu tio fazia phd por lá. Quando a minha mãe ia embarcar, eu me joguei no chão no aeroporto, aos prantos, gritando para a minha mãe: “não me abandona”.

Horas depois, quando já realizada uma escala do vôo, minha mãe ligou querendo falar com a filha histérica,  e eu sutilmente mandei avisar que não ia atender porque tava ocupada brincando.

(Acho que a minha personalidade se formou aí)

Bom, essa prima bebê vai se casar.

PÃAAAãaaa.

(minha resposta para o anúncio via whatsapp: “mas você não é um bebê?”).

Anúncios

2 thoughts on “‘bout the future and how we’re getting older

  1. Sei EXATAMENTE o que é essa sensação, aconteceu comigo hoje. Minha mãe contando que a Fulaninha ia lá em casa hoje. A Fulaninha era uma criança de 3 anos com que eu viajei pra praia há ~alguns~ anos. Perguntei que ia leva-la lá, e minha mãe: “ué, ela vem dirigindo”.

    As crianças já dirigem. Você não quis chorar um pouquinho? Eu quis.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s