If the sun don’t shine on you today

Essa é uma carta para você que está bem triste:

Eu tenho uma mania de fazer as coisas sobre mim, mas isso seria injusto porque nunca estive triste assim. Dias difíceis vem e vão, mas me acomete mais ansiedade do que vontade de morrer. A ansiedade parece mais vontade de implodir enquanto existo do que vontade de morrer propriamente. Então não tenho nem lugar de fala. Mas essa fala é sobre você e estar só.

É muito difícil construir um lugar feliz quando se está sozinho. A solitude só é bonita na plenitude, então não dá muito bem para encarar a solidão de peito aberto em um momento de incerteza. Porém a vida não se importa muito se é o momento certo ou errado, ela só acontece.

Eu não sei se você tem medo de isso nunca passar ou vontade que não passe mesmo, porque isso que deve ser a vontade de morrer, achar que é melhor não existir e nem ter esperança que as coisas passem. Eu tenho sempre esperança que vou ser feliz, e é por isso que não sei dizer sobre ser triste assim.

Não existe receita pra melhorar, embora o médico possa te receitar algumas coisas que balanceiem a parte química.

Agora vou ser ousada: faz diferença respirar e faz diferença gritar. Mas é uma respiração que é o centro do mundo que você precisa fazer. Você tem que inspirar e respirar e se concentrar nisso até que a única coisa que exista na sua cabeça seja o foco em respirar. Respirar pesado, super oxigenar o cérebro.

E quando você terminar, você grita.

Você que está bem triste, siga esse conselho acima. Mas não se esqueça de seguir também as recomendações médicas.  Faz diferença falar, mas não é com amigos. Agora vou te dizer uma real antes que a sua depressão faça isso parecer ainda pior: ninguém se importa tanto assim com você.

Seus amigos não vão te dar a atenção que você precisa agora, principalmente eu mesma, que inclusive me importo um tanto muito. Não é que a gente seja ruim, e que gostemos de outros mais do que de você. É que a vida não é nenhuma brisa e tá todo mundo tentando sobreviver. Ninguém sabe também escutar de verdade sem que ecoe por dentro e o risco é sempre no nosso egoísmo virar sobre nós mesmos, e não sobre você. Então faz diferença falar, mas com alguém que te tenha como prioridade te escutar. E nada prioriza mais que uma relação de trabalho. Pague pela sua escuta.

Você que está triste demais, eu não posso te oferecer minha mão ou meu ombro – seria mentira, né, já disse acima. Mas queria te lembrar que estamos todos juntos tentando enfrentar os nossos demônios.

Os meus são diferentes dos seus, mas eu também já me senti sozinha demais. E minha solidão, infelizmente, só melhorou com coragem e esforço. Eu tive que sair de casa, tive que falar mais,  tive que me expor também. Também tive que chorar muito – mesmo não tendo depressão, eu fiquei muito triste (talvez tenha flertado com a depressão).

Te desejo força. E que você consiga um dia ter esperança que vai melhorar.

Essa carta ficou uma bosta, mas como ela é sobre estar só, e não sobre você ou sobre mim, está tudo bem. Sentir solidão é uma bosta.

tumblr_pdgbfaRFgG1qz6f9yo3_540.jpg

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s