If she don’t want your lovin’

Voltando pra casa depois de três semanas de colo de mãe. É engraçado como na vida a gente às vezes se acha en uns lugares de conforto que na verdade sequer são bons, porque tem medo do confronto e de perder. Agora eu vejo mil coisas no meu relacionamento que errei em aceitar (obviamente nenhuma delas ligadas a traição). Depois de tudo que li e ouvi sobre infidelidade, 10 entre 10 psicólogas dizem: pode ser uma chance pra um relacionamento melhor, com maior comunicação.

Porém, confesso que estou indo pra ver o fim. Só não quero terminar sem tentar antes porque tenho amor a mim mesma e a esses seis anos. Espero não sabotar e nem deixar mágoa ou rancor me consumirem. Ele quer tentar esse esforçar em melhorar. Vamos ver.

Como disse minha psicóloga: esse já é o fundo do poço. Não tem como te magoar mais.

Dentro de mim mora pouca esperança.

One thought on “If she don’t want your lovin’

  1. Oi! De vez em quando leio seu blog, mas nem sempre comento, mas acho que dessa vez merecia: procure textos da Iara Dupont. Acho que cabe na ocasião. Talvez isso te ajude a refletir melhor. Fique bem!! :)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s