folheando (maneira de dizer, já que kindle, te amo) o leminski novo, achei um poeminha até então desconhecido por mim com meu nome.

vibrei antes de ler, antecipando a genialidade e como seria fantástico que todos que lessem o poema de aqui em diante pensassem em mim (centro do universo, euzinha).

 

você me alice

eu todo me aliciasse

asas

todas se alassem

sobre águas cor de ALFACE

ali

sim

eu me aliviasse

 

Pensando bem, não quero que você pense em mim assim não.